Música
Adolfo Luxúria Canibal , António Rafael, Henrique Fernandes, Jorge Coelho
Estilhaços de Escuridão
img not load

“Estilhaços de Escuridão” é o novo disco do projecto Estilhaços – referência nacional do spoken word. Surgido em 2004, o projecto Estilhaços nasceu como um espetáculo em que Adolfo Luxúria Canibal (vocalista e letrista dos Mão Morta) lia alguns textos e poemas do seu livro homónimo,acompanhado ao piano e outros teclados por António Rafael (também dos Mão Morta).

O projecto foi evoluindo, tanto na sua estrutura musical, com a adição de novos timbres e complexidades trazidos pelo contrabaixo de Henrique Fernandes e a guitarra de Jorge Coelho (Zen), como no seu universo literário, com a integração de poemas de Mário Cesariny e a escrita de novos textos específicos. Depois de terem lançado “Estilhaços” (2006), “Estilhaços e Cesariny” (2011) e “Estilhaços Cinemáticos” (2014), chega agora o quarto disco de originais, “Estilhaços de Escuridão”, que resulta da gravação em estúdio do espectáculo especial criado a convite do festival literário Correntes D’Escritas, que todos os anos acontece na Póvoa de Varzim.

Esta criação contou com a preciosa colaboração da documentarista sonora Sofia Saldanha (1975-2022), através da integração no disco de As Listas de Lilith (trabalho documental que venceu, em maio deste ano, o Grande Prémio no Prix Marulic - International Radio Festival), e mergulha, ao longo de 8 faixas, no ambiente da literatura e das comoções mais essenciais e profundas da existência humana, centradas no conceito de escuridão.

Adolfo Luxúria Canibal:  Voz
António Rafael: Piano
Henrique Fernandes: Contrabaixo eléctrico
Jorge Coelho: Guitarra acústica

Textos: Adolfo Luxúria Canibal e Sofia Saldanha.
Músicas: António Rafael e Jorge Coelho.

Crédito fotográfico: 

Última atualização: 27.12.2023

09 março sáb , 21h30 Teatro-Cine de Torres Vedras

Preço 5 €

Lotação 392

img not load

Última atualização: 27.12.2023